Qual o Melhor Planner, Bullet Journal ou Agenda

Antes de responder a questão é preciso conhecer os bem os três.

Agenda

Velha conhecida, conta com calendários, espaço para os dados pessoais, informações uteis e claro, espaço para tarefas, compromissos ou qualquer anotação referente ao dia. É possível encontrar das mais praticas e pequenas para carregar na bolsa até as mais espaçosas, dividida em um dia por página e intervalos de meia hora ao longo do horário comercial.

Vem sempre com 12 meses, inciando em janeiro e finalizando em dezembro, tornando se obsoleta ao final de cada ano.

Planner, Bullet Journal ou Agenda

Bullet Journal

Um sistema de organização criado por Ryder Carroll, pode ser elaborado em qualquer caderno e personalizado de acordo com as necessidades de quem está fazendo. É necessário antes de mais nada definir um código para cada status ( – Por fazer, x feito, * Adiado) e também uma cor para cada setor ( Azul – saúde, amarelo – dinheiro), requer um pouco de tempo, nada mais que 15 minutos diários para verificação e atualização.

Nele é possível controlar informações sobre hábitos que se deseja mudar, fazer um diário para avaliar a alimentação por exemplo, organizar a rotina sem deixar passar nada, excelente para quem tem que cuidar de vários aspectos do dia sem esquecer de nada.

Pode ser iniciado a qualquer momento e não tem validade, podendo ser interrompido e retomado sem qualquer prejuízo. Muito popular nos EUA tem sites e canais especializados em como fazer e manter um bullet journal.

Planner

É um planejador, uma mistura de agenda com bullet journal, tem espaços para planejamento geral anual, mensal e semanal, pode ser adicionado outros planejadores, como o financeiro, nutricional, escolar entre outros, pode ser com uma visão mais geral ou bem detalhada, pode também ser usado como agenda e como diário. Alguns ainda podem ser ampliados e reciclados, substituindo apenas o miolo e mantendo capa e outras informações.

Há vários sites, inclusive nacionais que disponibilizam o arquivo em PDF de planner para impressão, para comprar pronto não é um produto barato e acessível, principalmente se você não tem certeza se vai utilizar mesmo em todas as suas funções. O preço pode ser um motivo para não deixar de usar.

Parece que temos um favorito nesta lista. O Planner sem dúvida parece ser o melhor e mais útil, mesmo com a questão do preço, sempre tem a possibilidade de fazer o seu, eu como estou aprendendo sobre editoração e aprendendo a utilizar programas de edição estou fazendo o meu que acredito que só fique realmente pronto no final do mês, mas como sou prevenida e já pensando em economizar outros anos, comprei um fichário A5 que veio com algumas folhas próprias para bullet journal onde já comecei o planejamento e controle do ano. Até porque se eu não planejar não consigo nem sentar na frente do note pra produzir uma página sequer, é o planejamento do planejamento minha gente!

Vou deixar aqui alguns links de planners prontinhos para baixar, imprimir e começar a usar, só não esqueçam que não pode vender e sempre que fotografarem deem os créditos a quem fez.

Planner 217 Na Estante  – O que encontrei de mais completo bonito, ela dá dicas de impressão e de utilização, o blog todo é cheio de dicas.

Planner 2017 O Melhor de Mim  – Também achei o planner lindo, porém eu preciso de mais algumas páginas adicionais.

Planner Minimalista Não Me Mande Flores – Lindo e conta também com cartela de adesivos para customizar durante a utilização.

Planner Gavetamix – Só não baixei ele pra mim porque para imprimir teria que cortar as folhas para imprimir o verso, todo em preto e branco, lindo e objetivo.

No pinterest eu criei um painel apenas com ideias de planners, me segue por lá que estou atualizando sempre e compartilhando as novidades do meu.

Acredito que falta de planejamento não será desculpa para ninguém reclamar de 2017.

Me conte aqui como você se organiza a cada ano, já conhecia os planners?

Como Escolher o Tapete parta Quarto das Crianças?

Os tapetes são elementos decorativos de grande importância para qualquer ambiente, embora com tantas formas, desenhos, padrões, cores e materiais disponíveis, escolher o tapete ideal parece ser uma difícil tarefa, seguindo algumas de nossas orientações abaixo, facilita o processo de escolha do tapete certo.
Na hora de escolher tapetes para decoração da casa, decoração de escritórios, salas comerciais ou qualquer tipo de ambiente, deve-se levar em consideração o objetivo da utilização do Tapete. O tapete pode ser utilizado para tornar o ambiente mais aconchegante e bonito, combinando com os demais itens do ambiente como o chão, móveis, sofás, e até
mesmo as cores da parede e o espaço onde será utilizado. Os tapetes podem ser utilizados de formas funcionais, para proteger o chão de riscos e sujeiras ou até mesmo para esconder um chão danificado.

Se quiser colocar um tapete numa área com maior passagem de pessoas, escolha tapetes de cores mais escuras e feitos com fibras mais resistentes e duráveis. Tapetes de cores mais escuras também tornam o ambiente mais acolhedor e dão a sensação de maior conforto, enquanto tapetes de Tons mais claros criam a ilusão de um espaço mais amplo e luminoso.

Alguns itens devem ser levados em consideração para a conservação do tapete e limpeza do tapete:

O ambiente onde será utilizado o tapete – divisões da casa como a sala, quartos, cozinha, banheiros ou até mesmo pátios e zonas exteriores.
A facilidade para limpeza do tapete é um iten importantíssimo na hora da escolha do tapete ideal para determinados ambientes, a utilização do tapete irá ditar a periodicidade de limpeza, se o tapete for utilizado num ambiente externo ou numa sala onde muitas pessoas irão transitar, será necessária uma limpeza diária, use aspirador de pó ou uma escova
macia. Escove no sentido natural do pelo, para não danificá-lo caso seja pouco utilizado, será necessário limpá-lo Pelo menos três ou mais vezes durante o ano, limpe o tapete e deixe-o em local seco e arejado, para eliminar ácaros e fungos. Lave o tapete com produtos apropriados para limpeza de tapetes e carpetes. Na ausência desses produtos, utilize sabão neutro, e não utilize alvejante à base de cloro ou agua sanitária.Para uma limpeza profunda do tapete, contrate uma empresa especializada. Para aumentar a durabilidade do tapete e para que permaneça limpo por mais tempo, impermeabilize-o. Não submeta o tapete à luz ou calor intensos, principalmente os coloridos. Isso evita o aparecimento de
manchas. Seguir as instruções do fabricante do tapete é sempre a melhor maneira de conservar e limpar o tapete.

Como escolher um imóvel ideal depois de ter primeiro filho

Comprar um imóvel residencial é uma decisão tão importante na nossa vida quanto complexa.

Ter um imóvel próprio é um sonho de milhões de famílias brasileiras, principalmente por causa do mercado de aluguel, onde os preços normalmente são altos e não existe a segurança pela permanência – o contrato pode ser rescindido a qualquer momento.Apartamento para quem tem filho

Além disto, ficamos mais limitados a reformar ou alterar as características, além de não conseguirmos recuperar os investimentos, como acontece quando estamos vendendo um imóvel próprio valorizado por melhorias.

Quando as condições financeiras estão postas e favoráveis a comprar, sem dúvidas passamos pela fase mais complicada e tudo parece alegria. Mas agora está na hora de escolher o imóvel ideal. Como fazer?

É muita informação, opções de imóveis, sugestões de amigos e, principalmente, os cuidados que devemos ter para saber como escolher o imóvel ideal. Vamos falar de alguns deles para tentar ajudar você em uma escolha crucial para a sua vida.

Defina o que a família precisa. Hoje e para o futuro.

Um imóvel não é só um contrato de muitos anos para pagamento, quando financiamos. É principalmente por muitos anos de vida nele, antes de pensar numa troca.

O futuro e o presente precisam ficar claros na hora de decidir que tipo de imóvel será pesquisado. É um casal com dois filhos pequenos? Considere que eles vão querer quartos individuais um dia – ou que isso vai demorar muito para se preocupar.

É um casal mas tem planos de filho? Até ele nascer, o quarto será um escritório? Vocês vão conduzir um negócio em home office? Claro que não dá para prever tantos fatos futuros, mas algumas coisas podem ficar claras o bastante para decidir, por exemplo, por quanto tempo você vão morar neste imóvel.

Casa ou apartamento?

Essa é uma decisão que está no começo de tudo. Cada opção tem as suas vantagens e desvantagens, e não há uma resposta pronta para todos os casos.

Casas

  • Tem uma privacidade maior.
  • Dependendo do terreno, pode ter uma piscina ou brinquedos infantis.
  • Se não for em condomínio, os custos com segurança são mais altos
  • Existe o custo de manutenção dela e do condomínio.

Apartamentos

  • Normalmente é mais devassado.
  • As áreas de lazer são compartilhadas, mas as opções são maiores.
  • Existe a cota condominial para a manutenção, segurança e investimentos.
  • Menos espaço para crianças.

Essas são apenas algumas das características, é fundamental avaliar o que cada uma pode dar de conforto e segurança.

Faça uma visita criteriosa a cada imóvel

As visitas são um momento crucial na compra, pois vão revelar detalhes que podem impedir a negociação. É a hora de investigar todos os pontos que farão a diferença no dia a dia:

  • Idade do imóvel – determinante para alguns problemas e obras.
  • Estado detalhado das instalações hidráulicas e elétricas – leve especialistas, se julgar necessário.
  • Onde o sol bate durante o dia na estação quente.
  • Se há infiltrações, problemas nos pisos e paredes.

Em cada visita, você terá uma ideia do quanto precisará investir (se precisará) para melhorias antes de mudar – e principalmente, quanto tempo para estas melhorias.

Se puder, não hesite em levar um especialista para um olhar com mais conhecimento.

Verifique os documentos necessários, das duas partes.

Boa parte dos negócios apalavrados é cancelada por problemas de documentação, tanto do imóvel quanto do comprador, no caso de financiamentos.

Portanto, é recomendado entregar e exigir os documentos que atestem que o imóvel pode ser negociado – como por exemplo as certidões negativas de débito e de registro do imóvel.

É fundamental não abrir mão de documento algum que seja obrigatório para te dar a segurança de que está comprando um imóvel desembaraçado de ônus (sem dívidas de impostos) e de fonte idônea (real proprietário ou representante legal).

 

Agora com essas dicas, acredito que já esteja decidido para comprar um imóvel, os apartamentos Leblon são ótimas escolhas.

Dicas para organizar uma festa de Halloween!

O Halloween entrou de vez no calendários de festas dos brasileiros. Por um tempo olhada com desconfiança por não ser um tema ensolarado como as festas brasileiras, aos poucos as pessoas vão se acostumando, caprichando nas fantasias e aproveitando o astral diferente. Sim, algumas coisas tipicamente americanas, como a ida de porta em porta com doces ou travessuras são mais complicadas, principalmente por causa da segurança urbana. Mas não é difícil juntar um grupo de amigos muito animados com a oportunidade de exercitar a famosa criatividade brasileira. Afinal, não há nada aparentemente estranho para muitos que a gente não transforme em motivo de muitas risadas. E como o Halloween é um evento recente no Brasil, organiza-lo não é tão simples como um baile de Carnaval. Por isso separei algumas dicas para organizar uma festa de Halloween e divertir-se muito à noite toda naquela sensual fantasia de vítima de vampiro.

01 – Os cuidados com a decoração!

A decoração de um Halloween é semelhante à de Natal na quantidade de itens em arranjos nos portais, janelas, muitos com luzinhas e outros pendurados em luminárias. Seja criativo, você pode usar peças de aniversários e até a árvore de Natal e as bolinhas, principalmente as mais brilhantes! Aposte em flores artificiais brancas para pintar em cores com tinta spray, até mesmo pretas. É uma decoração  que deve estar em todos os cantos, então o cuidado com a fiação elétrica é importante. Evite filtros antigos, extensões mal montadas e sobrecarga de tomadas em ambos para não ter surpresas ruins – que não serão os sustos que os amigos vão te dar. E não esqueça da área externa, se a festa for em uma casa ou um espaço de eventos, ela é tão importante quanto o espaço interno, principalmente se você for usa-la!

02 – Libera o espaço!

O ideal em um espaço de festa de Halloween é retirar todos os móveis que ocupam mais a parte central e usar os cantos para espaços de bebidas e comidas. Assim as pessoas poderão circular confortavelmente com suas fantasias, e acredite: tem algumas que precisam de espaço!

03 – Vale ser criativo nas fantasias e no custo delas!

Halloween não é sinônimo de comprar fantasia cara ou procurar onde alugar. Nem precisa sair correndo daquela amiga louca pela festa e com algumas para emprestar. Você pode montar looks incríveis com peças de roupa pretas, roxas, outros tons escuros com rendas, botas de couro, estampas de cruzes e outros motivos da festa. E caprichar muito na maquiagem, se inspirando em personagens famosos de filmes e desenhos. Ou pode criar um personagem próprio. A criatividade não pode ser fantasma para você.

04 – Bebidas e comidas!

Na internet você vai encontrar muitas receitas de comidinhas típicas do Halloween, e também pode apostar nos itens mais básicos – a moranga com camarão é presença obrigatória. O ponche é a bebida que não pode faltar e você pode apostar em outras em tons avermelhados para surgir drinques interessantes – então aposte nas frutas vermelhas também.

05 – E a música?

Esta parte é muito importante – afinal a música é o ponto alto de toda festa. Nas de Halloween, você deve pesquisar previamente com amigos entendidos em música quais usar no espírito da festa. Claro que não pode faltar Thriller de Michael Jackson para o momento suspense (de preferência com TV ou monitor exibindo o vídeo) e Ghostbusters de Ray Parker Jr para o momento mais cômico. São as óbvias que todo mundo espera. Existem muitas bandas dark e góticas que vão abrilhantar o clima!

06 – Mimos assustadores!

Tanto na chegada do convidado quanto na saída, você pode brindar a presença dos seus convidados com lembrancinhas em sacolas boca de palhaço com vários doces assustadores ou pequenos objetos que lembrem o motivo da festa. Use a criatividade e sua festa ficará marcada para sempre!

Como evitar a flacidez indesejada depois da gravidez?

Flacidez na gravidez. Junto com as estrias e a celulite, são os três maiores pesadelos estéticos da nossa vida, não é mesmo?

A flacidez é a perda de firmeza da pele em vários pontos do corpo, sendo mais presente nos braços – o famoso movimento do adeus – nas pernas, na barriga, nas pálpebras e no pescoço (papada). É um distúrbio normalmente relacionado ao processo natural de envelhecimento, pela perda contínua de colágeno e elastina – proteínas que dão a sustentação e o viço à pele.

Mas também podemos ter flacidez ao longo do vida, as causas são velhas conhecidas do nosso dia a dia e as formas de prevenção e tratamento também. Podemos prorrogar ao máximo o aparecimento da flacidez. É só seguir algumas boas dicas!

Quais as causas da flacidez?

As causas são poucas mas bastante conhecidas e complexas:

Processo de envelhecimento

Ao longo dos anos, os níveis de colágeno e elastina vão diminuindo, e essas proteínas são responsáveis pela firmeza d pele. Com isso, surge a flacidez. É uma causa natural, mas pode ser evitada com outras soluções.

Gravidezflacidez indesejada depois da gravidez?

É um período onde a pele é naturalmente bastante distendida para a acomodação da barriga e pode ocorrer flacidez após o parto. A alimentação saudável e outros cuidados são fortes aliados na prevenção à flacidez nesses casos.

Perda de peso abrupta

As dietas altamente restritivas provocam a perda rápida de peso e sem dar ao corpo o processo natural de emagrecimento com a acomodação dos tecidos. O resultado é a flacidez, especialmente após as cirurgias bariátricas.

Ganho de peso

Este caso funciona como a gravidez, porém com o componente mais crítico que é o fato de não ser algo que será revertido em um prazo: você precisará se dedicar ao emagrecimento, e poderá ganhar flacidez – além das estrias e celulite.

Como prevenir e combater a flacidez?

01 – Ter uma alimentação saudável

Todas as melhorias e boas causas no nosso corpo dependem fundamentalmente de comer bem: ingerir o que é saudável e descartar o que traz malefícios à nossa saúde.

Para evitar a flacidez e também combater quando ela começar a aparecer, devemos consumir alimentos:

Que contribuam para a manutenção dos músculos

Desta forma, eles preenchem os espaços, evitando que, atrofiados, não possam sustentar a pele. As melhores fonte são: carnes magras, leite, derivados de leite e ovos.

Que contenham colágeno

O colágeno é a proteína que trabalha especificamente na firmeza da pele. As fontes principais são as frutas cítricas (laranja, limão, kiwi, tangerina e outras). Você também pode usar suplementos à base de colágeno.

Também é importante lembrarmos que diversos alimentos e produtos precisam ser descartados, pois eles liberam toxinas e prejudicam uma série de processos orgânicos, e a flacidez é uma das consequências: bebidas alcoólicas, refrigerantes, farinha e açúcar refinados, frituras, embutidos e alimentos industrializados.

02 – Consumir muita água

Água é um santo remédio para tudo em nosso corpo, não seria diferente com a flacidez, que tem a ver com um dos órgãos mais beneficiados pelo consumo de água – a pele.

A hidratação renova as fibras de colágeno presentes na pele – nosso organismo produz sempre, a partir da alimentação – e isso mantém a elasticidade e rigidez da pele.

03 – Praticar exercícios físicos

Os exercícios físicos, principalmente a musculação, desenvolvem e fortalecem os músculos, fazendo com que ele fiquem colados ao máximo à pele, e assim não haverá espaço para a flacidez.

04 – Fazer tratamentos estéticos

Existem procedimentos que são realizados em clínicas dermatológicas e podem ajudar no combate à flacidez pela idade. Não são intervenções cirúrgicas – crioterapia, radiofrequência e carboxiterapia, por exemplo. Mas é importante lembrar que estes procedimentos tem alta taxa de resolução, mas os bons hábitos – alimentação, exercícios, ingestão de líquidos – serão decisivos para eles!

Inglaterra, África e Índia para quem fica em Porto Alegre nas férias

E aí, meninas, quem está por Porto Alegre neste quente janeiro??? Pois eu estou, e aqui ficarei até o final do mês. Só iremos “a la playa” novamente em fevereiro.

E então, o que fazer com as crianças nesse período de férias na cidade? Por aqui temos nos divertido com banhos de piscina, idas ao clube, passeios de bicicleta e também com as oficinas maravilhosas da Lezanfan. Ainda não conhecem a programação que um dos lugares mais charmosos de Porto Alegre oferece para os pequenos? Então confiram aqui:

Legal, não? Esta semana que passou as atividades eram sobre a Espanha, e nas próximas semanas as crianças terão a oportunidade de aprender sobre a arte, a música, a história e a culinária da Inglaterra, da África e da Índia.

O Frederico adorou a oficina de música espanhola com a DJ Adriana Banana, ficou super interessado em saber mais sobre flamenco, touradas e castanholas. E a Valentia curtiu pintar uma tela como se fosse Picasso… Muita cultura aqui pertinho da gente!

O desafio de ser uma grávida chique

Oi, gravidinhas! Hoje o post é para vocês!!!

Embora eu não esteja esperando bebê, nunca vou esquecer de como achava difícil me vestir nas duas vezes em que fiquei grávida. O corpo muda muito, fica difícil acomodar a barriga nas roupas que já tínhamos no armário, e além disso, o conforto passa a ser prioritário – sem deixar a elegância de lado, claro.

Para o dia-a-dia, leggings, blusas soltinhas e sapatilhas são a pedida. Mas, e quando a grávida tem de ir a um evento mais arrumado? E se o trabalho dela exigir um dress code mais sofisticado?

Eu não sou personal stylist nem entendida do assunto, mas adorei as escolhas que a Claudia Pant, diretora executiva do site Net-a-Porter (e-commerce inglês que é o maior e mais sofisticado shopping virtual do mundo), fez para um desafio que eles intitularam “Fashion Challenge Maternity Chic“. A Claudia diz que se vestir para as semanas de moda internacionais estando grávida é uma situação difícil, e que aparecer linda e fashionista na primeira fila dos desfiles com um barrigão é quase impossível, mas mostrou suas escolhas super elegantes para um momento como este.

Vestido estampado de seda com shape soltinho – Chloé:

Blazer com modelagem slim, também da Chloé:

Segundo ela, nesta fase a mulher deve procurar acentuar a menor parte do seu corpo, para disfarçar as que estão “maiores”. No caso dela, os braços são finos, por isso o blazer de modelo justinho.

Scarpim de salto Saint Laurent:

Claudia diz que usar salto alto é inegociável para ela – faz questão, pois é uma grande ajuda para ficar elegante. Vejo muitas grávidas de saltão por aí, mas eu particularmente nunca consegui usar quando estava grávida – aliás, uso pouquíssimo mesmo hoje em dia, pois gosto de me sentir confortável e livre para correr atrás das crianças. Nesse quesito, na minha opinião, uma sapatilha bonita de bico fino é melhor, pois deixa a grávida muito mais confortável.

Bracelete dourado Saint Laurent:

A executiva diz que a gestante deve abusar dos acessórios para dar graça ao look, e nesse ponto eu concordo 100%: jóias e bijouterias bem vistosos ajudam muito a compor o visual!

E então, o que acharam as escolhas da Claudia? Eu achei tudo lindo, mas dispensaria o salto alto…

Se quiserem ler mais sobre dicas de moda para gestantes, confiram os posts que a super stylist Roberta Weber já escreveu para nós: Tendências de moda para gestantes e Dicas de roupas de festas para grávidas.

Ah, e não deixem de conferir este link do Maternity Challenge do Net-a-Porter, lá tem muito mais dicas e sugestões de roupas para gestantes!

Almofadinhas para usar no trocador

Quando o Frederico nasceu (e lá se vão quase 4 anos…), logo que ele foi para casa eu achei que o trocador não ficava confortável para deitá-lo, pois embora a almofada do mesmo fosse bem grossinha, faltava um apoio para a cabeça, e me dava a impressão de que quando eu o deitava ali ele ficava muito “solto”, pouco aconchegado. Daí experimentei usar um travesseirinho, mas ainda não era o ideal. Foi quando lembrei daquelas almofadas de viagem para apoio de pescoço. Fui na TokStok (isso em 2009) e comprei uma daquele estilo com bolinhas dentro, que se adapta aos movimentos do corpo, de tecido bem fininho e suave, em formato de sapo verde (combinando com o quartinho dele). Funcionou super bem, eu apoiava a cabecinha dele ali na hora de trocar a fralda, e o pescocinho e os ombros ficavam “dentro” também, dando uma sensação de aconchego. Usei o sapinho até os 2 anos…

Procurei no site da TokStok, mas acho que eles não vendem mais esse produto, só encontrei fotos de almofadinhas semelhantes, mas que também não estão mais disponíveis:

Antes da Valentina nascer eu já comprei uma para ela também, desta vez da marca Fom (tinha um quiosque no Iguatemi), do mesmo tipo de material, só que esta era lisinha, comprei a rosa pois era a que mais combinava com o quartinho dela. Também se encaixou perfeitamente no propósito que eu queria, e até hoje eu a uso no trocador da minha filha:

Vi que a Fom tem loja online, com vários modelos disponíveis.

Essas almofadas são boas porque podem ser lavadas na máquina e não dão calor na criança, além de fazerem um apoio ideal para a cabecinha do bebê no trocador (minha opinião).

E vocês, usam algum tipo de travesseiro ou almofada no trocador?

Uma lembrancinha cheia de vida

Na semana passada a Paula e eu fomos com as crianças no aniversário da Ana Clara, filha da Renata Goettems. A Rê é nossa amiga desde a época da hidroginástica de gestantes, nós três nos conhecemos lá e até hoje continuamos nos encontrando, nossos filhos (que têm a mesma idade) viraram amigos também (afinal, se conhecem desde a barriga!), criamos uma relação muito bacana. A Ana Clara é tãão linda, uma verdadeira princesa!

E o tema da festa foi de princesa também… Mais especificamente, Jasmim e Aladim. Estava tudo uma graça.

Mas o que eu mais gostei mesmo foi da lembrancinha, super diferente, original.

Agora tenho aqui na minha sacada dois vasinhos que são constantemente regados e cuidados por um menino e uma menina curiosos para saber o que vai nascer daquelas sementes – sim, pois não sabemos de que plantinha se trata, até aposta sobre a cor das flores que brotarão o Frederico já fez!

Muito legal, não acham? Não sei se é porque eu sou engenheira agrônoma, mas eu AMEI essa lembrancinha, tão diferente dos brinquedos de plástico e guloseimas usuais nos aniversários…

Lembram de uma outra lembrancinha nesse estilo que postamos aqui, bem no início do Mães à Obra?

Viamão – tão perto, tão cheio de atrações

Recentemente tive a oportunidade de conhecer dois lugares aqui pertinho de Porto Alegre, em Viamão, que me seduziram. Um pela originalidade, outro pela sofisticação, ambos pelo contato com a natureza aliado ao conforto.

Primeiro é bom lembrar que eu sou do interior, fui criada numa estância gaúcha, e sempre que dá fujo para lá com os meus filhos. Mas centenas de quilômetros de distância me separam do lugar onde nasci e onde mora minha família, por isso gostei tanto desses locais: estão a menos de uma hora de distância da selva de pedra porto-alegrense!

E não tem como negar: criança ama brincar ao ar livre, em contato com elementos da natureza como plantas, água, terra, bichos.

Viamão conhecendo a cidade

O primeiro lugar se chama Floresta Encantada do Vovô Rangel, fica em Águas Claras (Parada 90 da RS 040). É um sítio totalmente preparado para o turismo ecológico e pedagógico, além de ser um lugar abençoado pela natureza, com resquícios de Mata Atlântica e na beira da Lagoa Branca. Fomos almoçar e passar a tarde lá com um grupo de crianças da escola do Frederico, e os pequenos simplesmente AMARAM. Tem uma floresta que é realmente encantada, onde após uma curta trilha a gurizada dá de cara com a casa da Branca de Neve, que tem até as 7 caminhas dos anões, uma graça. Tem também muitos brinquedos num parquinho bem diferente, feito de material reciclado. Mas a cereja do bolo mesmo é a lagoa com trapiche, pedalinhos e areia branquinha – no dia em que fomos estava calor, e, embora estivessem de roupa, as crianças não resistiram a um bom mergulho. Ou melhor, vários, com muitos pulos do trapiche e brincadeiras. Afinal de contas, infância sem banho de lagoa não tem graça, né? Fora isso, o local disponibiliza várias atividades pedagógicas, é só combinar com a proprietária: trilhas ecológicas, contato com animais, plantio de horta orgânica e cuidados com o pomar, casa do Tarzan, tirolesa, pescaria, passeio de pedalinho. Como comentei antes, nós almoçamos lá. A comida é estilo campeiro, mas eu não gostei muito da qualidade, recomendo que as pessoas levem seu próprio lanche, inclusive eles alugam churrasqueiras com mesas no meio do mato, deve ser super gostoso fazer um almoço lá!