De Tudo, Testamos

Aula de música para bebês

Por Raquel Guindani

Hoje em dia, é muito comum os bebês e as crianças pequenas fazerem aulinhas de música, ou de musicalização, para usar o termo correto.

Com o Frederico, não foi diferente: no segundo semestre do ano passado, a partir de 1 ano e 7 meses, ele freqüentou semanalmente a Escola de Música Tio Zequinha. O meu filho sempre ADOROU músicas e ritmos, tanto que, antes mesmo dele entrar nessa escola, eu já o levava nas oficinas da Lezanfan. Não sei se é porquê eu ouvia MUITA música quando estava grávida, ou de repente se o iPod que coloquei no quartinho dele desde o nascimento, com uma playlist eclética e delicada, de alguma forma entrou na cabecinha do meu pitoco, ou se é porque ele é do signo de peixes, que dizem ser muito sensível a todas as formas de arte… O fato é que o Frederico é um ser musical. E é claro que nós queremos continuar estimulando esse contato dele com a música, pois, na minha opinião, essa é uma das mais belas formas de arte (palavra de ex-pianista!).

Segundo o portfólio da própria escola, no curso de música para bebês a criança desenvolve percepções relacionadas ao seu corpo e ao ambiente que a cerca, sendo que o bebê traz desde sua gestação uma bagagem musical vinculada, principalmente, a sentimentos de afeto, prazer e alegria. Faz parte dos objetivos da aula de música, então, a ampliação e o reforço positivo desses sentimentos.

O Frederico sempre curtiu muito as aulinhas, vivenciando e identificando os elementos da música como altura e duração do som, movimento sonoro ascendente e descendente, padrões rítmicos, além das letras de canções infantis clássicas e de movimentos corporais e danças. Nessa idade, as crianças devem ir à aula acompanhadas de um adulto (em geral, o pai ou a mãe). Eu adorava participar desse momento com meu filho, pois era uma oportunidade de vivenciarmos coisas novas para o desenvolvimento dele, além de termos nos divertido muito dançando e cantando juntos.

A opção pela escola Tio Zequinha se deu pelo fato de ser um estabelecimento com 27 anos de experiência no ensino musical, onde as crianças (e adultos) têm a oportunidade de escolher entre os mais diversos instrumentos musicais, além de ter contato com músicos profissionais e participar das audições e apresentações da escola. A Tio Zequinha foi fundada pelo violinista José Carlos Lima, da família Lima, sabem?

Falando nisso, a apresentação de final de ano da Escola Tio Zequinha é um evento enorme, no Teatro São Pedro – sim, meu gurizinho já subiu naquele palco histórico! No ano passado, o tema do espetáculo era a História da Música desde seus primórdios, então a turminha do Frederico “interpretou” músicas relacionadas à época das cavernas, China da antiguidade, barroco e França imperial. Vejam nas fotos o meu filhote de “homem das cavernas”, rsrs.

Você gostou? Então compartilhe:

Tags: , , , , ,

9 Respostas para “Aula de música para bebês”

  1. Em 11 de março de 2011 em 15:18 Claudinha respondeu com ... #

    Raquel!! Tu não acredita, hoje pela manhã, estava pensando em olhar o site de vocês para saber de alguma reportagem sobre escola de música. Principalmente pelo fato de que estou no aguardo de vaga para as escolinhas da minha preferência. Muita coincidência. Fiquei muito feliz pela boa dica. Beijos!!! Claudinha.

    • Em 11 de março de 2011 em 15:32 paula respondeu com ... #

      Claudinha, quando sentires falta de algum assunto, por favor, aceitamos sugestões de pauta!!! Beijos

    • Em 11 de março de 2011 em 17:10 raquel respondeu com ... #

      Claudinha, que bom que esse post veio em boa hora, então! Eu pensei mesmo que, nesse momento de volta ás aulas, muitas pessoas procuram por escolas de música, natação, etc. Tomara que tu consigas logo uma vaga para o Bernardo na escolinha que escolhestes… Beijão!

  2. Em 31 de março de 2011 em 15:12 Claudia respondeu com ... #

    Gurias, alguma de vocês sabe a respeito da aula da UFRGS ou de uma professora que dava música para pequenos lá e montou também um curso particular??
    Beijos

    • Em 31 de março de 2011 em 17:43 raquel respondeu com ... #

      Claudinha, uma vez uma vizinha comentou comigo, mas faz bastante tempo. Acho que é Ester. Se descobrires nos conta! Beijo.

  3. Em 15 de agosto de 2011 em 16:39 Monica Lima respondeu com ... #

    Olá Raquel! Que surpresa encontrar o site de vocês! Estava por aí pela internet e encontrei meio que por acaso e adorei!
    Lindo post sobre as aulinhas de música do Frederico, estamos sentindo muita falta de vcs na aula, mas vi que agora tens uma menininha linda e sei que por enquanto o tempo não permite. Volta e meia pergunto pra Thais sobre vocês. A Luisa e o Lucca continuam por lá, fazendo muita música!
    Um beijo e vou continuar acompanhando vcs por aqui.

    • Em 15 de agosto de 2011 em 17:35 raquel respondeu com ... #

      Oi, prof. Mônica! Tudo bem? Também estamos com saudades! O Frederico agora vai na escolinha de manhã, por isso parou de frequentar as aulas de música. E a Valentina nasceu há 20 dias, estamos todos curtindo muito nossa bebê. Que bom que gostaste do site! Beijo para vocês.

  4. Em 16 de agosto de 2011 em 19:02 Paula respondeu com ... #

    A Tio Zequinha não tem tradição só pelo tempo de atuação, mas também pela seriedade e comprometimento tanto com seu público como com a área de Educação Musical na nossa cidade! Estão de parabéns!!

    Como surgiu uma dúvida a respeito do curso de música para bebês da UFRGS, passo as seguintes informações:

    O Curso Musica para Bebês da UFRGS aconteceu entre os anos de 1999 e 2010 e sempre foi coordenado pela Professora Dra. Esther Beyer. A Professora Esther faleceu no ano de 2010 e o projeto foi encerrado.

    Os mesmos princípios pedagógicos que utilizávamos na UFRGS estão sendo perpetuados no Projeto Musica per Bambini e no Projeto Sinfonia de Bebês. Caso desejem informações, podem entrar no site http://musicaperbambini.blogspot.com/
    (MUSICA PER BAMBINI) e http://clinicaenlace.com.br/ (SINFONIA DE BEBÊS)

    Um abraço a todos, Paula.

    • Em 16 de agosto de 2011 em 22:43 raquel respondeu com ... #

      Obrigada pelas informações, Paula!

Dê sua resposta