A rotina e as descobertas do bebê, De Tudo

As regras de ouro da Supernanny

Fotos: Banco de imagens Google

 

Por Raquel Guindani

Desde antes de eu ter filhos, já gostava de assistir ao programa de TV Supernanny. Acho que sempre tive medo de ter filhos indisciplinados, hehe… Hoje em dia, aplico algumas regras da super babá aqui em casa, mas não todas. E nem tenho mais muito tempo de assistir aos programas…

Mas tem momentos em que tudo o que eu queria era a Jo Frost aqui dentro para colocar ordem na desordem causada pelas crianças. Eu considero meus filhos crianças dóceis e educadas, mas é lógico que, justamente por serem crianças, têm seus ataques de rebeldias e mal criações. Principalmente o Frederico, que está se mostrando mais teimoso com três anos do que com dois (a história dos terrible twos não rolou aqui em casa). O que eu gosto no método da Jo é que ela sempre alia disciplina a momentos de muito amor e afeto, enfatizando a importância dos pais dedicarem tempo com qualidade aos filhos. Isso faz toda a diferença! Além disso, acho muito bacana o fato dela estimular muito a autonomia das crianças, fazendo com que fiquem menos dependentes dos pais nas tarefas do dia-a-dia.

Então, reproduzo aqui para vocês as dez regras de ouro da Supernanny, que estão no livro dela: Superbabá – Como tornar seu filho a melhor criança que ele pode ser.

1)   As melhores recompensas são atenção, elogio e amor.

2)   Depois de estabelecer uma regra, não abra mão dela em troca de sossego ou porque se sente constrangido.

3)   Ter horário para acordar, fazer as refeições, tomar banho e ir para a cama são os alicerces da vida em família.

4)   É fundamental definir regras e dizer às crianças o que se espera delas.

5)   Você apenas conseguirá manter os limites por meio de muita disciplina.

6)   Há dois tipos de avisos: um diz à criança o que ela deve fazer; o outro é uma advertência quanto a um mau comportamento.

7)   Uma criança pequena não consegue entender como deve se comportar, a menos que você lhe diga como.

8)   Mantenha a calma. Não reaja a um ataque de raiva com uma atitude irada nem responda a um grito com outro mais alto ainda.

9)   Atribua às crianças pequenas tarefas que lhe permitam fortalecer sua autoconfiança e aprender habilidades necessárias na vida e na sociedade.

10)  Sossego é importante para todos, incluindo você. Deixe seu filho relaxado na hora de ir para a cama, com uma história e muitos afagos.

 

Certa do início ao fim, não é mesmo?!

 

 

FELIZ PÁSCOA PARA TODOS!!! Aproveitem o feriado para curtir muito os seus filhos!

 

Você gostou? Então compartilhe:

Tags: , , , , , ,

11 Respostas para “As regras de ouro da Supernanny”

  1. Em 5 de abril de 2012 em 14:14 Daniela respondeu com ... #

    Cheguei a ler duas vezes a tua frase de Feliz Páscoa! Parecida com a minha no Face! Quanta sintonia hein!?
    Hehehehe
    Beijos

    • Em 5 de abril de 2012 em 15:37 raquel respondeu com ... #

      Não vi, Dani! A frase é a mesma? Coincidência… Sinal que pensamos parecido, rsrs. Beijo e bom feriado.

  2. Em 5 de abril de 2012 em 19:04 Ariana respondeu com ... #

    Adoroooooo!!!! E assisto sempre que posso…aqui em casa eu uso muito o “cantinho da disciplina”.A Luiza detesta ficar lá, então quando falo que se não me obedecer irá, muda de postura na hora.Mas, nem sempre foi assim, tive que tentar muitas vezes para ela entender, ela é muito teimosa e me desafia o tempo inteiro.E por ser muito agitada detesta ficar sentada, esperando eu tirar kkkkkkkk.E domingo apliquei mais uma que eu vi no programa.Não queria comer o que eu fiz de janta.Tudo bem!Não quer, não quer…só que também não vai comer mais nada, nenhuma guloseima,se fosse preciso ia dormir com fome(uma vitória para mim, já que eu te contei como sofri com a falta de apetite dela).Qdo tentou pegar um suco, fui firme e falei que não, suco só depois e se ela jantasse.Bingo!!!!40 minutos depois pediu a janta, comeu tudinho, sem reclamar!!!!Me dói ser dura já que eu fico pouco tempo com ela mas, de uns tempos pra cá deixei de ser mole(segundo meu marido) e estou exercendo mais a minha autoridade pq se não for assim ela não aprende, e por enquanto eu como mãe sei o que é melhor pra ela.Bjs e bom feriado.

    • Em 8 de abril de 2012 em 15:51 raquel respondeu com ... #

      Ariana, eu usei o cantinho da disciplina quando o Frederico tinha 1 ano e pouco, agora não uso mais. Mas sempre mando ele refletir sobre as coisas erradas que faz, até hoje. Beijo e feliz Páscoa!

  3. Em 6 de abril de 2012 em 22:53 Sigrid (mãe do Arthur) respondeu com ... #

    Raquel, aqui em casa rolou um leve “the terrible two” e, no que começou, apliquei umas dicas do pediatra do Arthur (José Paulo Vasconcellos) que funcionaram muito bem. Agora nos 3 a questão está mais desafiadora, e eu não poderia me identificar mais com o que vc escreveu: “O que eu gosto no método da Jo é que ela sempre alia disciplina a momentos de muito amor e afeto”. FUNCIONA, eu sou (pelo menos me acho rsrsrsrsrs) bem firme com o Arthur, mas não abro mão do diálogo, explico, pego no colo, toco nele. SEMPRE dá certo, eu não abro mão de que ele siga as regras, mas também não abro mão de passar afeto ao mesmo tempo em que o oriento! Beijo :-)

    • Em 8 de abril de 2012 em 15:47 raquel respondeu com ... #

      Sigrid, na minha opinião, a autonomia e independência que eles adquirem nos 3 anos de idade PEDEM que ponhamos limites. Vou confessar, estou achando bem difícil em alguns momentos, e realmente as regras da Jo são ótimas. Mesmo nos momentos de ser duras, devemos ter uma certa ternura… Beijos.

  4. Em 9 de abril de 2012 em 10:59 Sigrid (mãe do Arthur) respondeu com ... #

    Sim, Raquel, ternura sempre!

    Hoje mesmo li no “Meu Filho” da ZH uma reportagem sobre afeto e auto estima, vc leu?

    O que me chamou a atenção é que os pesquisadores não utilizaram na pesquisa crianças cujos pais se consideram carinhosos. O carinho foi medido pelo quanto os pais conseguem acalmar e tranquiliar o filho em situação de stress.

    Ou seja… não apenas temos que transmitir os limites, como acalmá-los na hora de aceitá-los. Incrível!!!

    • Em 9 de abril de 2012 em 11:20 raquel respondeu com ... #

      Sigrid, ainda não li a ZH de hoje. Vou olhar!!! Beijo.

  5. Em 12 de abril de 2012 em 15:36 Franciele Moura respondeu com ... #

    Olá garotas…primeiramente quero dizer que amooo de paixão blog, dou uma olhadinha sempre que tenho tempo. Então, tenho um filho de 8 meses, o Thomaz, lindooo, calmo um docinho..tem horário pra dormir, pra acordar, pra alimentar e pra brincar. Sempre foi assim, no primeiro mês ele já se adaptou. O unico problema é que ele resolveu a morder em todo mundo!!!! O danadinho tem 8 dentinhos afiados, e eu falo o tempo todo com ele “filho, não pode morder. A gente faz é carinho” e não são só palavras, junto vou fazendo gestos. Juro que não sei o que faço pra ele parar com isso. Se tiverem alguma dica vou ficar felizz…Bjoss

    • Em 12 de abril de 2012 em 15:44 paula respondeu com ... #

      Oi Franciele! Que mensagem querida a tua! Muito obrigada! A Raquel e eu não somos médicas, não somos psicólogas. O que podemos fazer é falar sobre a nossa experiência em casa, ok? Aos 8 meses, será que não é coceira na gengiva? O Santiago já mordeu os coleguinhas, mas ele era mais velho, tinha 1 ano e 2 meses na época. Foi logo que entrou na escola… O teu filho tem aqueles mordedores de gel que a gente deixa na geladeira? Aquilo dá um conforto enorme para os bebês… Beijos.

    • Em 12 de abril de 2012 em 18:09 raquel respondeu com ... #

      Franciele, adorei tuas palavras carinhosas! Que amor! Olha só, já publicamos aqui no site uma entrevista com psicóloga sobre mordidas, dá uma olhadinha: http://www.maesaobra.com.br/2011/03/28/a-psicoterapeuta-mariana-potter-fala-sobre-as-mordidas-na-escolinha/. Só que ela comenta sobre crianças maiores, que já estão na escolinha. Mesmo assim, acho que pode te ajudar! Agora, fiquei impressionada que o teu filhinho já tem 8 dentes, a minha Valentina tem 8 meses como ele e NENHUM dente ainda!!!! E o Frederico só foi ter o primeiro dente com 10 meses de idade! Acho que talvez o Thomaz se atrapalhe e morda justamente por ser muito pequenininho e ter muitos dentes… Beijo e boa sorte!

Dê sua resposta