Curso para grávidas: vale a pena?

Muitas gravidinhas nos perguntam se vale a pena fazer o curso de orientação a gestantes do Hospital Moinhos de Vento.
Quando estava grávida de 5 ou 6 meses do Frederico, eu e meu marido fizemos o tal curso. Lembro que, por sermos papai e mamãe de primeira viagem, tínhamos muitas dúvidas e inseguranças sobre o parto e os cuidados nos primeiros meses do bebê. O curso dura seis dias (sempre à noite), sendo que no último encontro há a visita ao centro obstétrico do hospital.
Para aquelas que estão em dúvida se vão se matricular e forçar os maridos a assistir às aulinhas, minha opinião é a seguinte: eu e o meu marido não aprendemos muita coisa, mas serviu para “entrarmos no clima” do que estava por vir, além de termos a oportunidade de conviver com outros casais “grávidos”. Alguma vezes, também, aproveitamos para jantar fora depois da aula e namorar um pouquinho antes da chegada do baby. Só não adianta ir assistir às palestras com muita expectativa, pois, por melhores que sejam os profissionais – psicólogos, nutricionistas, médicos e enfermeiras – tem coisas que a gente só aprende, mesmo, é com a prática. Palavra de mãe!
De qualquer forma, lembro que pincei algumas dicas legais no curso, tipo: a alimentação do bebê no primeiro ano de vida, posições para amamentar, como dar o banho em um recém-nascido, a preparação dos seios para a amamentação, etc. Ou seja: há muitas informações úteis e, além disso, dá uma tranqüilidade enorme conhecer a maternidade, as salas de pré-parto e de parto antes do “dia D”, pois ao menos quando a gente entra no hospital, com muitas contrações ou com a bolsa rompida, já sabe o “roteiro” do que vai acontecer dali em diante… Embora um parto seja algo muito, mas muuuito surreal e emocionante, que não tem como descrever ou explicar.
Então, se vale ou não a pena fazer o curso, vai depender muito da disponibilidade de tempo e da vontade dos futuros papais.

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *